Autoridades retiram 100 toneladas de peixes mortos de rio entre Polônia e Alemanha

40
Reprodução

Bombeiros poloneses declararam nesta terça-feira (16) a retirada de mais de 100 toneladas de peixes mortos do rio Oder, fronteira entre a Polônia e Alemanha, o que aumenta as suspeitas de um vazamento tóxico.

“Nunca tivemos uma operação como essa em um rio”, declarou à AFP a funcionária do departamento de comunicação dos bombeiros Monika Nowakowska-Drynda.

A mesma fonte confirmou a retirada do rio de cerca de 100 toneladas de peixes mortos desde segunda-feira (15).

A causa da mortandade é desconhecida, mas as autoridades suspeitam de derramamento de produtos químicos.

“Provavelmente despejaram quantidades grandes de resíduos químicos no rio, com plena consciência do risco e das consequências”, disse o primeiro-ministro polonês, Mateusz Morawiecki, na semana passada.

Tanto a Polônia como a Alemanha tiveram amostras de água testadas.

O primeiro alarme foi feito pelos pescadores e vizinhos da área polonesa no dia 28 de julho.

Surpreendidos pela chegada em massa dos animais mortos, as autoridades alemãs repreenderam as da Polônia por não terem avisado.

Na Polônia, o governo populista de direita foi criticado por não agir antes.

O Oder teve a fama de ser um rio limpo nos últimos anos, onde viviam cerca de 40 espécies de peixes.

 

 

AFP*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui