Vídeo: Ferrari usada em corrida de automobilismo é flagrada em rodovia da República Tcheca; assista

41
O motorista da Ferrari F2 já havia feito o mesmo ato ilegal em 2019 (Foto: Twitter/MigueluVe/Reprodução)

Que muitos carros superesportivos podem ser encontrados nas rodovias da Europa, isso não é novidade. Mas um checo superou todas as expectativas ao pilotar uma Ferrari F2, modelo usado em corridas de automobilismo, para transitar pela rodovia D4, entre Pribam e Dobris, na região da Boêmia, na República Tcheca – e não é primeira vez que faz isso.

Vídeo do “veículo” inusitado passando em alta velocidade em meio ao tráfego da estrada está fazendo sucesso nas redes sociais. Ele foi compartilhado no último sábado (13/8).

As imagens foram originalmente divulgadas pelo site checo iDNES e mostram o carro de corrida vermelho, cor icônica da montadora italiana, ultrapassando os demais veículos na D4.

Claro que é ilegal pilotar um carro desse tipo, que chega a 320 km/h, nas rodovias da República Tcheca. Segundo o site, o homem de 49 anos já havia realizado a mesma façanha em 2019 e corria o risco de responder judicialmente pelo ato, com direito a multa e suspensão da licença para dirigir por até um ano.

Assista:

Nessa época, a polícia checa chegou a pedir ajuda à população para identificar o motorista que infringiu as regras de trânsito na rodovia que liga Praga, capital checa, até a Alemanha.

As autoridades conseguiram rastrear o suspeito, mas ele negou as acusações e conseguiu escapar da multa e da proibição de dirigir.

De acordo com o iDNES, o suspeito foi representado pela Sociedade de Proteção dos Motoristas, que apontou que a polícia não foi capaz de parar o veículo e identificar o motorista, por isso não poderia fazer uma acusação formal. O problema é que o “piloto” estava de capacete dentro da Ferrari F2, o que impossibilitou seu reconhecimento.

As imagens compartilhadas no sábado (13/8) dividiram as opiniões dos internautas, com alguns descrevendo o motorista do carro como “herói”, enquanto outros argumentaram que a licença dele deveria ser negada “para sempre”.

*Trendsbr

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui