Vídeo: Putin convoca cidadãos russos e ameaça guerra nuclear

18
O presidente Vladimir Putin anunciou na quarta-feira uma mobilização "parcial" na Rússia, em uma escalada do que Moscou chama de sua operação militar na Ucrânia pró-ocidental. (Foto: Handout / KREMLIN.RU / AFP - Direitos Reservados)

MUNDO – Nesta quarta-feira (21), o presidente russo Vladimir Putin decretou a primeira mobilização do país desde a Segunda Guerra Mundial. Em vídeo publicado nas redes sociais, Putin aponta que pode usar armas nucleares se a soberania russa for ameaçada.

O líder destaca que o Ocidente quer “destruir e dividir” a nação russa e por conta disso alerta que Moscou vai se defender com todo o seu vasto arsenal. “Não temos o direito moral de entregar pessoas próximas a nós para serem despedaçadas pelo carrasco”.

VEJA VÍDEO:

A intenção do governo russo é que 300 mil cidadãos sejam convocados para o serviço militar e antes de serem enviados passarão por treinamento militar adicional. No entanto, só serão convocados aqueles que se encontram na reserva e pessoas que já possuem experiência servindo as Forças Armadas.

A situação se dá após quatro regiões controladas por Moscou anunciarem que farão referendos para fazer parte da Rússia. Caso a população aprove a anexação, Moscou passaria a considerar Donbas, Donetsk e Luhansk, junto com Kherson e Zaporizhzia como parte de seu próprio território. Em caso de investida ucraniana contra essas áreas, Putin entenderia como ataque à nação russa.

*portal tucumã 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui